Proposta 8 - Património Cultural Natural

Sem Imagem

Montante Estimado: 16.500,00 €

Freguesia: Ribeiras

Classificação: 17º Lugar

Votos Recebidos: 13

 

Descrição da Proposta:

Intervenção na zona de acesso à Rua da Ladeira visando valorizar o local como um espaço de lazer e turístico, permitindo aos utilizadores “beberem” a história da freguesia, através da observação da linha do horizonte, do imaginário da pesca e dos marítimos, da epopeia da baleação, do culto ao divino espírito santo e do património cultural natural. Permite ao utilizador visualizar a casa dos botes, os botes na rampa de varagem e as arriagens e varagens a sua utilização. A lancha baleeira, ancorada em frente ao local. Permite ainda observar os pescadores a saírem e a entrarem no porto. Observar a capela da irmandade da terça-feira do espírito santo. No local existe uma ponte hidráulica, construída no século XIX com arquitetura especifica, sendo possível percorrer o seu interior e ser utilizada como trilho pedestre, e percorrendo o passadiço existente na linha de costa, permite entrar aonde a ribeira dos moinhos finaliza a sua linha de água. As lajetas em pedra no local eram utilizadas pelos antigos baleeiros para secarem os panos e linhas dos botes e também para a secagem de roupa e secagem de peixe.

A implementação deste projeto associa a chegada dos primeiros povoadores a esta freguesia, a sua história, a cultura e tradição e o seu património material e imaterial.

A valorização do espaço a requalificar envolve uma extensão de aproximadamente 50 metros. A proposta implica uma proteção de segurança à muralha, com instalação de proteção metálica (inox) e em vidro acrilico ou outro tipo de material transparente, com gravação de imagens alusivas a pescadores, baleeiros e rainhas.

O caminho de acesso tem uma largura na sua extensão aproximada de 2, 20 metros propondo-se uma fácil remoção de mais 1,30 metros do lado da terra em parte da sua extensão. Existe no local um poço de maré, e o acesso às pedras os denominados “brugalhaus” de pequena dimensão é de fácil acesso, propondo-se a instalação de uns degraus em madeira. Instalação de sobrinhas num total de cinco, em material endémico dos Açores (feno), na cobertura e a haste em madeira (criptoméria). Cinco mesas em madeira (criptoméria ou outra característica dos Açores). Melhoramento a propor em madeira na zona envolvente ao poço de maré, tornando possível os utilizadores terem acesso a livros que seriam disponibilizados sobre as temáticas que incidem o projeto.